Como vender milhas aéreas: veja como eu fiz

Muito se fala sobre comprar milhas, mas sabia que também é possível vender milhas aéreas e ganhar um dinheiro extra com isso? Diversas vezes eu vendi milhas que acumulei durante as compras com o cartão. É interessante quando não tem nenhuma viagem programada porque esses pontos acumulados vão ficar parados. Além disso, as milhas possuem prazo de validade. 

ANÚNCIO

Então, já que não vai viajar, é melhor vendê-las. A primeira coisa é ter um programa de milhas ativo, podendo ser de um cartão de crédito ou da própria companhia aérea. Quando decidi começar a vender as milhas, tentei em várias plataformas. Porém, a MaxMilhas foi a que me deu mais retorno financeiro. Veja como fiz.

Como vender milhas aéreas: veja como eu fiz
Fonte: (Reprodução/Internet)

Leia o que vai encontrar neste post:

  • Como vender milhas;
  • Sites para vender milhas;
  • Qual é a melhor opção;
  • Como vender na MaxMilhas.

Como funciona a venda de milhas 

Antes de falarmos como funciona na prática a venda de milhas, entenda que não é um negócio ilegal. Antes de começar a vender, essa questão foi algo com que me preocupei. Então, entenda que a marca parceira do programa de milhas compra esses pontos. Quando o consumidor paga a anuidade e fatura do cartão de crédito, está pagando pelos pontos acumulados também. 

Como vender milhas aéreas: veja como eu fiz
Fonte: (Reprodução/Internet)

Dessa forma, as milhas são repassadas para o consumidor. Então porque não pode vender algo que você mesmo comprou? Então, se alguma empresa tentar impedir a transferência dessas pontuações, estará agindo de forma abusiva contra o proprietário das milhas. Resumindo, fique tranquilo que não tem nada irregular na venda das milhas.

Para vender as milhas, primeiro precisei me cadastrar em uma plataforma específica para transações dessa natureza. Geralmente, os sites possuem um campo para o usuário fazer a cotação de compra e de venda. O sistema faz a sugestão dos valores, deixando ainda mais fácil comparar com os valores dos sites rivais. 

ANÚNCIO

Quando vale a pena 

Nem sempre vale se desfazer das milhas aéreas, é importante saber o “time” perfeito para vender suas milhas. Para saber quando vender é olhar se as milhas estão perto de expirar. Então, a estratégia é vendê-las, afinal, nem todo mundo consegue acumular pontos o suficiente para viajar. Logo, comprar de alguém é interessante. 

Outra possibilidade é se o valor das milhas estiverem mais altos do que o preço da passagem aérea. Como isso acontece? Por exemplo, suponhamos que um voo de São Paulo para Inglaterra custe 131 mil pontos em milhas no programa TudoAzul. Enquanto, o mesmo trajeto, com a mesma companhia e na mesma data saia por R$ 2.710, se pagasse em dinheiro.

No dia da cotação, você percebeu que 10 mil milhas no TudoAzul te custava R$ 248,80. Logo, ao vender essas milhas, poderia receber um pouco mais que R$ 3.200. O que isso quer dizer? No final das contas, lucraria em torno de R$ 524,00 e compraria a passagem para a Inglaterra. Por esses e outros motivos que costumo consultar várias plataformas antes de resgatar os pontos.

Plataformas de milhas – Qual escolher? 

Antes de entender quais são os melhores sites, é válido compreender como funcionam. Essas plataformas costumam ser intermediadoras entre compradores e vendedores ou atuam na compra das milhas diretamente. As intermediadoras funcionam como um negócio de marketplace, em que o usuário se cadastra e estipula um valor pelas milhas. 

Como vender milhas aéreas: veja como eu fiz
Fonte: (Reprodução/Internet)

A pessoa que se interessar concorda com as condições e adquire milhas. Nesse caso, a empresa, dona do site, interfere minimamente na transação. O seu papel é cuidar da segurança da negociação e estipular limites de valores. O segundo tipo de plataforma é aquela que compra as milhas, em que o vendedor recebe uma oferta direta do site. 

Mas afinal, por que estou falando sobre essa diferença? A resposta é que, dependendo do site que escolher, pode lucrar mais ou menos. Como já utilizei as duas formas, sei qual pode dar mais dinheiro. A plataforma que faz a intermediação permite que o vendedor estipule um preço mais alto nas milhas, o que não acontece quando a compra é direta. 

O que considerar na hora de escolher o site

Para escolher o site que faria as transações das milhas, fiz algumas avaliações importantes. A primeira delas foi a cotação das plataformas. Não tem como ignorar isso, né? Cada site tem uma cotação própria e a sua forma de estabelecer alguns parâmetros. Logo, o valor dos pontos de um mesmo programa pode variar de acordo com as páginas de negociação. 

Outra coisa que deve ser considerada é a segurança da plataforma. Já pensou perder os pontos? Por isso, recomendo certificar se a empresa tem CNPJ válido, central de atendimento e endereço fixo. Também, busque na internet a reputação da página e eventuais avaliações. Ao abrir qualquer site, tente encontrar a resposta para as seguintes perguntas:

  • Qual é a forma de pagamento?
  • Quais programas de milhas são aceitos?
  • A página tem um suporte de atendimento satisfatório?
  • Quanto tempo demora a pagar as milhas?

Quais são os sites mais conhecidos

Agora vou falar sobre os sites mais conhecidos onde pode vender milhas. Tem o Hotmilhas, uma das maiores páginas para vender e comprar milhas. A plataforma é compatível com principais programas de milhas do país, como Smiles, LATAM Pass e TudoAzul. Existem alguns pontos negativos que precisam ser analisados com cuidado.

Como vender milhas aéreas: veja como eu fiz
Fonte: (Reprodução/Internet)

O primeiro deles a existência de um limite de milhas em cada transação,  e o segundo é a necessidade de uma quantidade mínima de pontos. Quanto ao pagamento, a Hotmilhas é quem estipula o valor a ser pago pela pontuação, da mesma forma define a cotação diária e a companhia aérea. Confira a quantidade de milhas negociável:

  • Smiles: pelo menos 12 mil e no máximo 700 mil milhas;
  • Latam Pass: pelo menos 12 mil e no máximo 700 milhas;
  • Latam Platinum e Black: pelo menos 12 mil e no máximo 700 milhas;
  • TudoAzul: pelo menos 12 mil e no máximo 700 mil milhas

O pagamento das milhas pode acontecer de forma antecipada ou agendada. Na primeira opção, o prazo é de até 1 dia útil, já na segunda é de até 45 dias, conforme a decisão do vendedor. Antes de querer antecipar o pagamento, é bom saber que o valor das milhas acaba sendo menor. Outro detalhe é que a validades dos pontos precisam ser de até 30 dias. 

Bank Milhas

A Bank Milhas é outra página que faz a transação de compra e venda de pontos acumulados. A diferença é que ela também possui um estabelecimento físico, fazendo parte da empresa Sky Milhas. Da mesma forma que a Hotmilhas, a Bank aceita milhas dos principais programas de fidelidade do país. 

Outro ponto em comum é que o vendedor não pode fixar o valor de venda. Quem faz isso é a própria plataforma, além de ter um limite de lotes para negociação das milhas. Veja abaixo:

  • Smiles: pelo menos 11 mil e no máximo 700 mil milhas;
  • Smiles Diamante: pelo menos 35 mil e no máximo 350 mil milhas;
  • Latam Pass: pelo menos 15 mil e no máximo 700 mil milhas;
  • Latam Red, Platinum e Black: pelo menos 25 mil e no máximo 500 mil;
  • Tap Miles&Go: pelo menos 79 mil e no máximo 711 mil milhas;
  • TudoAzul: pelo menos 10 mil e no máximo 100 mil milhas.

Como pode ver, a quantidade é um pouco diferente da Hotmilhas. Inclusive, a Bank aceita a comercialização de mais programas como Tap Miles&Go e categorias do Smiles e Latam. Também existe outra diferença que é a questão do pagamento antecipado. No caso da Bank, o vendedor não tem problemas com a diferença de valores. O lucro permanece o mesmo. 

MaxMilhas – A plataforma que escolhi

Quando comecei a pensar em vender milhas, testei as plataformas Hotmilhas, Bank Milhas e MaxMilhas. Dessas três, a que mais me trouxe vantagens foi a última, e vou explicar o porquê. Bom, a Max atua como intermediadora entre compradores e vendedores de milhas. Além disso, também gera passagens aéreas com milhas. 

Como vender milhas aéreas: veja como eu fiz
Fonte: (Reprodução/Internet)

Os programas citados nos tópicos anteriores são aceitos no site, incluindo SkyMiles, da Delta Airlines, Miles&Go, da Tap, entre outros do exterior. Existem duas modalidades de venda, a rápida e a convencional, o que me atraiu bastante. No caso da venda rápida, posso informar a quantidade de milhas que desejo vender, enquanto o site sugere um preço por elas. 

Caso tenha interesse no valor, a Max ganha prioridade em relação aos outros compradores. Já na venda convencional, eu que determino o preço das milhas e fecho o negócio com o comprador. Sem contar que dá para dividir a venda em casos que não consiga comprador que pague integralmente pelas milhas.

Como vender milhas na Max – Passo a passo

Para prosseguir no passo a passo de como negociar na Max, é importante falar sobre a validade das milhas. Diferente da Hotmilhas, por exemplo, a validade das milhas deve ser de até 6 meses, e não de 30 dias. Assim, o pagamento cai na conta do vendedor em até 33 dias depois que as passagens forem emitidas. 

Então, vamos para o tutorial! O primeiro passo é fazer a cotação no site da Max, informando qual é o programa de fidelidade e a quantidade de milhas. Para continuar fazendo a cotação, o sistema vai pedir um rápido cadastro com alguns dados pessoais. Assim, em poucos minutos, a Max informa o valor que vai receber na transação.

Se desejar continuar, basta confirmar a venda. Lembrando que tem a opção de venda convencional e venda rápida, logo, precisa escolher uma delas antes de concluir. A quantidade mínima da oferta costuma ser de 3.500 milhas e de no máximo 60 mil. Convenhamos que são números bem maiores que os das plataformas rivais.

Por que escolhi a MaxMilhas

Dito isso, depois de comparar essas plataformas de venda de milhas, cheguei a conclusão de que a MaxMilhas era mais vantajosa. Primeiro por conta da variedade de programas de fidelidades aceitos, incluindo internacionais, segundo pela flexibilidade das negociações. Consigo lucrar mais quando sou eu quem estipula o valor de venda dos pontos. 

Sem contar que a quantidade de milhas que podem ser negociadas é significativamente maior. Fora a chance de dividir a venda, quando não consigo encontrar um comprador que pague pelo montante total. Então, esses fatores me chamaram atenção. Mas claro, essa foi a minha experiência. A satisfação pode mudar conforme a procura de cada um. 

ANÚNCIO