Compras no Paraguai: Tudo que Você Precisa Saber

ANÚNCIO

Fazer compras no Paraguai é quase uma tradição para alguns brasileiros. Muitos deles, aproveitam a viagem a cidade das cataratas, Foz do Iguaçu, para visitar a sua vizinha, Ciudad del Este, no Paraguai. Isso porque, além dos preços realmente atrativos, a cidade oferece uma infinidade de produtos que vão de eletrônicos a perfumaria.

Portanto, se você está pensando em visitar os “hermanos“, e aproveitar para fazer umas comprinhas, saiba que Ciudad del Este é o lugar ideal para isso. A cidade conta com um comércio bastante diversificado, além de vários shopping centers. Você vai encontrar de tudo, pode apostar.

ANÚNCIO
Compras no Paraguai - Tudo que Você Precisa Saber
Compras no Paraguai – Tudo que Você Precisa Saber

Segurança no Paraguai

A primeira coisa que muita gente pensa, quando decide ir fazer compras no Paraguai, é se realmente é seguro. Apesar de Ciudad del Este ser bastante agitada, com muita gente na rua, ambulantes por toda a parte, a cidade é segura.

Todavia, como todo grande centro urbano e de compras, vale ficar atento as bolsas, relógios, jóias e dinheiro. Não é recomendável usar jóias e nem relógios caros, porque esse tipo de acessório chama bastante atenção. Além disso, cuidado onde você guarda o seu dinheiro, ainda mais se leva grandes quantias. Segurança nunca é demais.

Documentação

Para entrar no Paraguai, os brasileiros não precisam de passaporte. No entanto, precisam apresentar a carteira de identidade, e que a mesma esteja em bom estado de conservação.

ANÚNCIO

Tudo isso, porque existe um acordo entre os países que participam do Mercosul, quanto a não exigência de passaporte para brasileiros, e o Paraguai é um deles.

Como ir até Ciudad del Este

Se você está em Foz do Iguaçu, fique tranquilo. A distância entre a Rodoviária de Foz até o Shopping del Este, é de apenas 7 km. Além disso, a Ponte da Amizade, que liga as duas cidades, tem apenas 550 metros. Ou seja, você estará a poucos passos de distância.

Porém, muita gente ainda se pergunta qual a melhor opção para cruzar a famosa Ponte da Amizade. Há diversas opções. Entre elas: cruzar a pé, de táxi ou em vans. Você também pode atravessar a ponte no seu carro, coisa que a gente não recomenda.

Isso porque, além do trânsito no Paraguai ser caótico, você corre o risco de alguém arranhar ou amassar seu carro. Outra desvantagem: o preço de estacionamento não é barato.

Portanto, cruze a ponte a pé, ou opte pelo sistema de táxis ou vans. Há bastante oferta do serviço de transfer por lá, tanto para o trecho Brasil – Paraguai, tanto ao contrário.

Dinheiro: levo em espécie ou cartão?

Outra dúvida recorrente, é quanto ao dinheiro. O ideal é sempre levar em espécie, e não precisa, necessariamente, trocar por dólar. Isso porque, é preciso levar em consideração que os câmbios realizados no Brasil são taxados com o IOF, o que torna muitas vezes a transação menos favorável.

Com isso, vale a pena antes de viajar, fazer uma cotação do dólar, e comparar se é melhor trocar no Brasil, ou diretamente no Paraguai.

Quanto ao cartão de crédito, apesar de ser mais prático, muitas lojas não aceitam, ou quando aceitam, acabam cobrando uma taxa extra, que pode ir até 10%. Além disso, tem o famoso IOF, que para operações financeiras fora do país, é de mais de 6%. Ou seja, vai ficar muito mais caro.

Qual a cota para compras no Paraguai?

Existem duas cotas que são aplicadas para quem faz compras no Paraguai. Portanto, para quem entra no país por terra, a cota é de US$ 300 dólares. Contudo, para quem vai de avião, a cota é um pouco maior: US$ 500 dólares.

Além disso, para quem vai voar para fora do Paraguai, ainda tem uma cota extra de US$ 500 dólares, que você pode gastar no Duty Free, somando assim, US$ 1000 dólares.

É importante lembrar que a conta de validade de 30 dias. Portanto, comprando hoje, você só poderia voltar ao país para novas compras, depois de passados 30 dias.

Depois de todas essas dicas, a gente só pode te desejar: boas compras!

ANÚNCIO